Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social Edital de Seleção (Segundo Semestre 2012) para Ingresso em 2013



Estarão abertas, no período de 6 a 10 de agosto de 2012, as inscrições para o preenchimento de vagas para os cursos de Mestrado acadêmico e de Doutorado para ingresso no 1º semestre de 2013Read More junto ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da Universidade de São Paulo.  Além dos requisitos gerais do Regimento da Pós-Graduação da USP e das Normas e Procedimentos da Pós-Graduação na FFLCH (pos.fflch.usp.br), o Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social faz exigências próprias, especificadas no presente Edital, homologado por sua Comissão Coordenadora.

1. Da Inscrição:

É condição básica para a inscrição nos cursos de Pós-Graduação em Antropologia Social a conclusão do curso de graduação. O aluno que obtiver o título de Mestre e quiser prosseguir seus estudos com vistas ao Doutorado deverá se submeter a novo processo seletivo, obedecidas as exigências regulamentares.

A inscrição poderá ser presencial ou à distância, observada neste segundo caso a data de postagem para efeitos de cumprimento do prazo limite de 10 de agosto de 2012.

Ao inscrever-se, o candidato indicará o docente por quem pretende ser orientado, a partir da lista de orientadores plenos credenciados pelo Programa.

Local das inscrições:
Secretaria de Pós-Graduação em Antropologia Social
Prédio de Filosofia e Ciências Sociais, sala 1067
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 – Cidade Universitária - São Paulo – SP, CEP 05508-900. e-mail: ppgas@usp.br Telefone: (11) 3091-3779 – fax: (11) 3091-3163.
Horário de atendimento: das 09h00 às 18h00

Documentos exigidos para inscrição:

1.            Formulário de Inscrição devidamente preenchido
2.            Fotocópia do diploma ou, na falta deste, certificado de conclusão de Curso Superior onde conste a data da colação de grau;
3.            Fotocópia do Histórico Escolar de Graduação;
4.            Currículo Lattes (sem comprovantes);
5.            Fotocópia de Carteira de Identidade e do CPF;
6.            Fotocópia do RNE ou Passaporte (para estrangeiros);
7.            Comprovante do pagamento da taxa de inscrição de R$ 50,00 (para inscrição à distância, observar o prazo limite de 10 de agosto de 2012). Clique aqui para gerar boleto;
8.            Diploma de Mestre  (só para as inscrições no Doutorado dos candidatos que obtiveram seus títulos fora da USP).

2. Da Seleção:

A Comissão Coordenadora do Programa indicará duas Bancas Examinadoras: uma se encarregará da seleção para o Mestrado e a outra, da seleção para o Doutorado. Cada Banca Examinadora será composta de três membros.
As Bancas Examinadoras serão responsáveis:
-pela preparação e correção da prova escrita e das provas de língua estrangeira;
-pela leitura dos projetos e outros documentos pertinentes;
-pela entrevista dos candidatos;
-pela classificação dos candidatos.
Os processos seletivos para o Mestrado e para o Doutorado constarão de três fases, a saber:
(a) Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia;
(b) Prova de Proficiência em Língua Estrangeira;
(c) Fase da Entrevista, compreendendo: I) avaliação do projeto de pesquisa; II) análise de currículo e do histórico escolar; III) entrevista.
A aprovação na primeira fase (a) é pré-requisito para a participação na segunda fase (b). A aprovação na segunda fase (b) é pré-requisito para a participação na terceira fase (c).
Os candidatos aprovados nas fases eliminatórias para a participação na terceira fase (c) deverão encaminhar à Secretaria de Pós-Graduação de Antropologia Social (ver endereço no item 1, acima), até 6 de setembro de 2012, os seguintes documentos adicionais:
Mestrado:
·                     04 (quatro) vias do Projeto de Pesquisa (modelo)
·                     04 (quatro) vias do Currículo Lattes
·                     04 (quatro) vias do Histórico Escolar da Graduação
Doutorado:
·                     04 (quatro) vias do Projeto de Pesquisa (modelo).
·                     04 (quatro) vias do Currículo Lattes
·                     01 (uma) cópia digital (em CD) da Dissertação de Mestrado, se houver.
Os Projetos de Pesquisa devem ser apresentados em Times New Roman, corpo 12, espaço 1,5 e no limite máximo de 35.000 caracteres com espaços (excluídos bibliografia e cronograma).
A documentação exigida para participação na terceira fase (c) poderá ser encaminhada por correio, observada a data de postagem para efeitos de cumprimento do prazo limite de 6 de setembro de 2012.

A desobediência aos prazos e condições acima especificadas implicará a exclusão do processo seletivo.

2.1 Da Seleção para o Mestrado

A Seleção para o Mestrado compreenderá a realização das seguintes atividades:
(a) Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia. 17 de agosto de 2012 (6ª. Feira), às 9h30, no Prédio de Filosofia e Ciências Sociais.
A Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia é obrigatória para todos os candidatos ao Mestrado. A Banca Examinadora elaborará três questões, para que o candidato escolha duas, obrigatoriamente, para desenvolver, com base na seguinte bibliografia:

BARTH, F. Os grupos étnicos e suas fronteiras. In: ____. O guru, o iniciador e outras variações antropológicas. Rio de Janeiro: Contracapa, 2000, pp. 25-67.

CARNEIRO DA CUNHA, M. Cultura com aspas e outros ensaios. São Paulo: Cosac & Naify, 2009. Caps. 1, 13, 14 e 15.

DUMONT, L. O individualismo. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

EVANS-PRITCHARD, E. E. Os Nuer. São Paulo: Perspectiva, 1978.
.
GEERTZ, C. Pessoa, tempo e conduta em Bali. In: ____. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara, 1989, pp. 225-277.

LÉVI-STRAUSS, C. O pensamento selvagem. Campinas: Papirus, 1989. Caps. 1, 2, 3, 8 e 9.

MAUSS, M. Uma categoria do espírito humano: a noção de pessoa, a noção de “eu”. In:___. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, 2003, pp. 367-397.

SAHLINS, M. Metáforas históricas e realidades míticas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

A Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia terá a duração de 4 horas. Não será permitida a consulta a nenhum material e nem o uso de computador. Os candidatos serão identificados apenas por um número, gerado pela Coordenação do Programa com esse único propósito.
Os candidatos receberão nesta Prova uma nota de 0 (zero) a 10,0 (dez). A Prova é eliminatória e a nota mínima exigida para aprovação à fase subsequente da Seleção para o Mestrado é 7,0 (sete). Para efeito de divulgação, nesta fase, serão dados a conhecer apenas dois conceitos: “aprovado” e “reprovado”.
(b) Prova de Proficiência em Língua Estrangeira. 30 de agosto de 2012 (5ª. Feira), às 9h30, no Prédio de Filosofia e Ciências Sociais.
Os candidatos aprovados na fase anterior realizarão a prova de proficiência em uma língua estrangeira, inglês ou francês. O candidato deverá responder, em português, a uma série de questões formuladas a partir de um texto, em uma das duas línguas estrangeiras indicadas.
A Prova de Proficiência em Língua Estrangeira terá duração de 4 horas. Será permitido o uso de dicionário.
Não terão validade, para efeito desta Seleção, os exames de proficiência em língua estrangeira realizados no âmbito da FFLCH ou fora dele, por candidatos aprovados ou não em outros processos seletivos.
O candidato estrangeiro deverá demonstrar proficiência em Português em exame específico realizado no âmbito da FFLCH.
Os candidatos receberão nesta Prova uma nota de 0 (zero) a 10,0 (dez). A Prova é eliminatória e a nota mínima exigida para aprovação à fase subsequente da Seleção para o Mestrado é 5,0 (cinco). Para efeito de divulgação, nesta fase, serão dados a conhecer apenas dois conceitos: “aprovado” e “reprovado”.
(c) Fase da Entrevista
Nesta fase, o candidato será avaliado pela Banca Examinadora em relação a três itens:
(I) a qualidade de seu projeto de pesquisa;
(II) a qualidade de seu currículo e histórico escolar, considerando sua experiência em participação em pesquisa (iniciação científica ou atividade equivalente);
(III) sua desenvoltura na exposição do projeto e na argumentação, durante a entrevista.

A agenda das entrevistas da Seleção para o Mestrado será divulgada até 5 de outubro de 2012, e as entrevistas se realizarão no período de 8 a 11 de outubro de 2012
A Banca Examinadora tem por objetivo, nesta fase, avaliar o potencial do candidato para cumprir, com qualidade e no tempo previsto, as exigências estabelecidas pelo Programa no Mestrado.
Todo potencial orientador deverá obrigatoriamente encaminhar à Coordenação do Programa um parecer sobre o projeto de cada candidato que o tiver indicado, o qual será disponibilizado à Banca Examinadora. O parecer deverá ser preenchido em formulário apropriado, fornecido pela Secretaria de Pós-Graduação em Antropologia Social.

A Banca Examinadora deverá atribuir uma nota de 0 (zero) a 10,0 (dez) a cada um dos itens especificados acima (I, II, III). A nota que resultará desta fase será a média aritmética destas três avaliações.

(d) Seleção dos aprovados
A seleção dos aprovados resultará de uma nota classificatória que consiste da média das notas obtidas na Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia (a) e na Fase da Entrevista (c), ponderadas na proporção 2:3. Serão aprovados os candidatos mais bem classificados, obedecendo-se ao limite de vagas oferecidas pelo Programa e a média mínima de 7,0 (sete) para o Mestrado. Para fins de classificação, a Banca poderá utilizar a nota da prova de língua estrangeira (b) como critério de desempate.

2.2 Da Seleção para o Doutorado

A Seleção para o Doutorado compreenderá a realização das seguintes atividades:
(a) Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia. 21 de agosto (3ª. Feira), às 9h30, no Prédio de Filosofia e Ciências Sociais.
A Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia é obrigatória para todos os candidatos ao Doutorado. A Banca Examinadora elaborará duas questões, para que o candidato escolha uma, obrigatoriamente, para desenvolver, com base na seguinte bibliografia:
BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Difel, 1989.
GEERTZ, C. Anti anti-relativismo. In: _______. Nova Luz sobre a antropologia. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.
HALL, S. Identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro, DP&A, 1998.
INGOLD, T. Stop, look and listen! : vision, hearing and human movement. In: _____, The perception of the environement. Essays in livelihood, dwelling and skill. Londres/Nova York: Routledge, 2005. (Tradução em português: http://n-a-u.org/pontourbe03/artigos3.html)
LEVI-STRAUSS, C. A eficácia simbólica. In: _____. Antropologia estrutural. São Paulo: Cosac Naify, 2008.
LEVI-STRAUSS, C. Universalização e Particularização. In: ______. O pensamento selvagem. Campinas: Papirus, 1989.
MAUSS, M. As técnicas do corpo. In:________. Sociologia  e antropologia. São Paulo, Cosac & Naify, 2003
SAHLINS, M. O “pessimismo sentimental” e a experiência etnográfica: por que a cultura não é um “objeto” em via de extinção. Mana, 3 (1 e 2). 1997.
A Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia terá a duração de 4 horas. Será permitida a consulta a livros e material escrito. Não será permitido o uso de computador. Os candidatos serão identificados apenas por um número, gerado pela coordenação do Programa com esse único propósito.
Os candidatos receberão nesta Prova uma nota de 0 (zero) a 10,0 (dez). A Prova é eliminatória e a nota mínima exigida para aprovação à fase subsequente da Seleção para o Doutorado é 7,0 (sete). Para efeito de divulgação, nesta fase, serão dados a conhecer apenas dois conceitos: “aprovado” e “reprovado”.
(b) Prova de Proficiência em língua estrangeira. 30 de agosto de 2012 (5ª. Feira), às 9h30, no Prédio de Filosofia e Ciências Sociais.
Os candidatos aprovados na fase anterior realizarão a prova de proficiência em duas línguas estrangeiras: inglês e francês. A prova será baseada na leitura de um texto em inglês e de outro em francês. O candidato deverá responder, em português, a uma série de questões.
A Prova de Proficiência em Língua Estrangeira terá a duração de 4 horas. Será permitido o uso de dicionário.
Os candidatos ao Doutorado portadores de título de Mestre poderão solicitar aproveitamento do exame de proficiência da língua em que foram aprovados no Mestrado, apresentando, no ato da inscrição, documento de aprovação em proficiência obtido em seu programa de origem. Nesse caso, o exame de proficiência será feito obrigatoriamente em língua diferente (inglês ou francês) daquela em que já foi aprovado no mestrado.
Não terão validade, para efeito desta Seleção, os exames de proficiência em língua estrangeira realizados no âmbito da FFLCH ou fora dele, por candidatos aprovados ou não em outros processos seletivos.
O candidato estrangeiro deverá demonstrar proficiência em Português em exame específico realizado no âmbito da FFLCH.
Os candidatos receberão nesta prova uma nota de 0 (zero) a 10,0 (dez), sendo aprovados aqueles com média igual ou superior a 5,0 (cinco). Para efeito de divulgação, nesta etapa, serão dados a conhecer apenas dois conceitos: “aprovados” e “reprovados”.
(c) Fase da Entrevista
Nesta fase, o candidato será avaliado pela Banca Examinadora em relação a três itens:
(I) a qualidade de seu projeto de pesquisa;
(II) a qualidade de seu currículo, incluindo sua dissertação de mestrado, se houver;
(III) sua desenvoltura na exposição do projeto e na argumentação, durante a entrevista.
A agenda das entrevistas da Seleção para o Doutorado será divulgada até 21 de setembro de 2012, e as entrevistas se realizarão no período de 24 a 28 de setembro de 2012.
A Banca Examinadora tem por objetivo, nesta fase, avaliar o potencial do candidato para cumprir, com qualidade e no tempo previsto, as exigências estabelecidas pelo Programa no Doutorado.
Todo potencial orientador deverá obrigatoriamente encaminhar à Coordenação do Programa um parecer sobre o projeto de cada candidato que o tiver indicado, o qual será disponibilizado à Banca Examinadora. O parecer deverá ser preenchido em formulário apropriado fornecido pela Secretaria de Pós-Graduação em Antropologia Social.

A Banca Examinadora deverá atribuir uma nota de 0 (zero) a 10,0 (dez) a cada um dos itens especificados acima (I, II, III). A nota que resultará desta fase será a média aritmética destas três avaliações.

(d) Seleção dos aprovados
A seleção dos aprovados resultará de uma nota classificatória que consiste da média das notas obtidas na Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia (a) e na Fase da Entrevista (c), ponderadas na proporção 2:3. Serão aprovados os candidatos mais bem classificados, obedecendo-se ao limite de vagas oferecidas pelo Programa e a média mínima de 7,0 (sete) para o Doutorado. Para fins de classificação, a Banca Examinadora poderá utilizar a nota da prova de língua estrangeira (b) como critério de desempate.
3. Das Vagas

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social oferecerá um total de 40 vagas para Mestrado e Doutorado. O preenchimento das vagas dependerá da aprovação dos candidatos, nos termos estabelecidos por este Edital, para Mestrado e Doutorado.

O Programa não garante bolsa de estudos para os candidatos selecionados. A oferta de bolsas dependerá da disponibilidade das agências financiadoras; e sua alocação obedecerá à ordem de classificação dos candidatos e às regras estabelecidas pelo Programa.

Os resultados de casa etapa, bem como o resultado final, serão divulgados na página do Departamento de Antropologia na internet (www.fflch.usp.br/da)


Cronograma Sintético

Mestrado
  • 06 a 10 de agosto de 2012 – Entrega dos documentos para a Inscrição.
  • 17 de agosto (6ª. Feira) – 9h30 – Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia
  • 24 de agosto (6ª. Feira) – 19h00 – Divulgação da lista de aprovados na Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia.
  • 30 de agosto (5ª. Feira) – 9h30 – Prova de Proficiência em Língua Estrangeira.
  • 03 de setembro (2ª. Feira) – 12h00 – Divulgação da lista de aprovados na Prova de de Proficiência em Língua Estrangeira do Mestrado.
  • 06 de setembro – Prazo limite para entrega dos projetos de pesquisa e dos documentos adicionais para a Fase da Entrevista (somente dos candidatos aprovados nas fases eliminatórias precedentes).
  • 05 de outubro (6ª. Feira) – 15h00 – Divulgação dos horários de entrevistas.
  • 08 a 11 de outubro – Entrevistas.
  • 11 de outubro (5ª. Feira) – 20h00 – Divulgação do resultado final dos aprovados na Seleção para o Mestrado.

Doutorado
  • 06 a 10 de agosto de 2012 – Entrega dos documentos para a Inscrição
  • 21 de agosto (3ª. Feira) – 9h30– Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia.
  • 27 de agosto (2ª. Feira) – 19h00 –Divulgação da lista de aprovados na Prova Escrita de Conhecimentos de Antropologia.
  • 30 de agosto (5ª. Feira) – 9h30– Prova de Proficiência em Língua estrangeira.
  • 03 de setembro (2ª. Feira) – 12h00 – Divulgação da lista de aprovados da Prova de Língua Estrangeira.
  • 06 de setembro – Prazo limite para entrega dos projetos de pesquisa e dos documentos adicionais para a Fase da Entrevista (somente dos candidatos aprovados nas fases eliminatórias precedentes).
  • 21 de setembro (6ª. Feira) – 15h00– Divulgação dos horários de entrevistas.
  • 24 a 28 de setembro – Entrevistas.
  • 28 de setembro (6ª. Feira) – 19h00– Divulgação do resultado final dos aprovados na Seleção para o Doutorado.

 

Modelo sugerido de Projeto de Pesquisa

1.    Título
2.    Tema e objetivos de pesquisa
3.    Justificativa da relevância do tema para a Antropologia e principais hipóteses
4.    Análise da bibliografia pertinente
5.    Inspirações e procedimentos e inspirações metodológicas
6.    Bibliografia
7.    Cronograma
Observar o limite de 35.000 caracteres com espaços

 

Corpo Docente

Ana Claudia Duarte Rocha Marques (M/D)
Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer (M/D)
Beatriz Perrone-Moisés (M/D)
Dominique Tilkin Gallois (M/D)
Fernanda Arêas Peixoto (M/D)
Heitor Frúgoli Jr (M/D)
Heloisa Buarque de Almeida (M/D)
John Cowart Dawsey (M/D)
José Guilherme Cantor Magnani (M/D)
Júlio Assis Simões (M/D)
Kabengele Munanga (M/D)
Laura Moutinho da Silva (M/D)
Lilia Katri Moritz Schwarcz (M/D)
Márcio Ferreira da Silva (M/D)
Margarida Maria Moura (M/D)
Marta Rosa Amoroso (M/D)
Paula Montero (M/D)
Renato Sztutman (M/D)
Rose Satiko Gitirana Hikiji (M/D)
Sylvia Caiuby Novaes (M/D)
Vagner Gonçalves da Silva (M/D)